Três empresas atenderam edital de convocação pública e já estão instalando estruturas de lazer que diversificam a atividade turística à beira mar na Enseada, Pitangueiras e Pernambuco

Tendência do momento nas praias mais badaladas do Brasil, os beach clubs chegaram a Guarujá. Três empresas atenderam edital de convocação pública feito pela Prefeitura e já começaram a instalar suas estruturas nas praias da Enseada, Pitangueiras e Pernambuco. Trata-se de um projeto piloto, com duração até o dia 7 de março próximo.

Os beach clubs, verdadeiros clubes à beira mar, são a principal aposta da Prefeitura de Guarujá para diversificar e potencializar os mais recentes investimentos em infraestrutura turística nesta temporada de verão, com o objetivo de aquecer a economia local e fomentar a geração de empregos.

Os beach clubs de Guarujá vão oferecer aos moradores e visitantes um melhor aproveitamento das praias, com conforto e qualidade de atendimento, com o uso de mão de obra especializada como garçons, bartenders, músicos e toda a gama de profissionais ligados à indústria do entretenimento.

A expectativa da Administração Municipal é que essa modalidade de negócio diversifique e aqueça consideravelmente o turismo local, assim como aconteceu em grandes balneários nacionais, a exemplo de Angra dos Reis (RJ), Maraú (BA) e Florianópolis (SC).

“Essa ação deriva de muitos estudos e projeções, inclusive com visitas técnicas a destinos turísticos que já colheram frutos muito proveitosos desse tipo de iniciativa”, ressalta o prefeito de Guarujá. Segundo o prefeito, os beach clubs movimentam não só o trade turístico, mas toda a cadeia econômica na Cidade. “Nosso objetivo é um só: qualificar Guarujá como destino turístico, incrementar a arrecadação de tributos e, principalmente, gerar emprego e renda para a população”, destaca.

Presidente da Associação dos Quiosqueiros de Guarujá, Vera Lúcia de Sousa Santos aprova a ideia. “É uma proposta que atrai ainda mais o turista para a praia, que é o que precisamos estimular cada vez mais. Além de ter ficado muito bonito, é uma opção a mais, uma iniciativa muito bem vinda e que beneficia todos os públicos que frequentam a Cidade”, disse ela, que comparou os beach clubs que já se instalam em Guarujá a outros também badalados em cidades do Nordeste, como Maceió (AL), Aracaju (SE) e Trancoso (BA).

Lisura e isonomia

A iniciativa só se tornou realidade graças ao processo de convocação pública organizado pelo Município, que designou prazo para o recebimento de propostas de pessoas jurídicas interessadas neste tipo de investimento. A formalização aconteceu por meio do Edital de Convocação n° 10, publicado na edição do Diário Oficial do Município de 23 de dezembro de 2021.

O edital destinou-se à seleção de três diferentes propostas de implantação dos novos empreendimentos, de acordo com locais pré-determinados pela Prefeitura. Para aptidão no processo, os projetos precisaram garantir o investimento mínimo de R$ 329 mil em estrutura.

Além disso, o Município exigiu contrapartida de mil cestas básicas ao Fundo Social de Solidariedade de Guarujá (FSS), que serão destinadas a famílias em situação de vulnerabilidade social, e, ainda, o recolhimento das devidas taxas de uso e ocupação do solo e publicidade.

As autorizações de uso dos espaços para a mobilização de estruturas móveis de convívio, entretenimento, alimentação e lazer foram concedidas para o período entre 6 de janeiro e 7 de março de 2022 à Casa Grande Centro de Convenções e Exposições Ltda (Enseada); Master Front Planejamento de Eventos e Comunicação – EIRELI (Pitangueiras) e Administradora Jardim Acapulco Ltda (Pernambuco), após criteriosa avaliação técnica de comissão específica para este fim, designada pelo edital.

Iniciativas como essa são respaldadas pela adesão de termo assinado pela Prefeitura junto à Secretaria de Patrimônio da União (SPU), em 2017, que confere a gestão das praias ao Município.

O conceito

Os chamados beach clubs são verdadeiros clubes à beira mar destinados a proporcionar uma experiência diferenciada para um dia de lazer na praia, com conforto, entretenimento e uma estrutura de alto padrão, oferecendo desde aperitivos simples a pratos mais sofisticados para uma refeição. Em geral, os petiscos e a comida são voltados para os frutos do mar.

As bebidas vão desde uma simples cerveja, passando por vinhos e drinks variados. O diferencial é o visual, por serem estabelecimentos “pé na areia”, podendo ser cobertos, para não expor os frequentadores às intempéries do clima. Oferecem atividades esportivas, banheiros, vestiários, entre outros diferenciais.